WEB SITE PIOLA, Famosi per la Pizza
Piola_FON
|
ITALY
|
USA
|
BRAZIL
|
ARGENTINA
|
CHILE
|
MEXICO
|
TURKEY
|
HONDURAS
|
CANADA
|
ECUADOR
|
COLOMBIA
|

Piola
São Paulo Naquele Tempo
Maramgoní
Waldemar Marangoni Júnior - São Paulo – Brasil
Nasceu em São Paulo em 1972, desde menino se interessava por desenho, já demonstrando grande habilidade com formas e proporções.
Começou a pintar aos 10 anos onde mostrou, através de suas aptidões e interesses, as diretrizes de seu destino: a pintura.
Passados alguns anos de pintura autodidata, em 1987, inicia seus estudos com o pintor Renato Pinto e seqüentemente abre seu próprio atelier aonde veio a ter seus próprios alunos.
No ano de 2005, passa a freqüentar o atelier do pintor Sérgio Longo, onde mergulha de cabeça na arte contemporânea.
Um artista em ascensão indiferente a modismo, sua obra demonstra toda sua autenticidade, suas técnicas e cores revelam seu dom e amor pela arte.
Crítica
Maramgoní
Abstrações urbanas
Pintar pode ser um desafio técnico, mas, antes de tudo, precisa ser uma relação visceral com as tintas e a tela. Mais do que discutir a arte, o artista necessita ter um envolvimento com aquilo que faz principalmente no aspecto de buscar um aprimoramento técnico e uma linha de trabalho que o satisfaça enquanto pesquisa estética.
Maramgoní, com suas Abstrações urbanas, atinge um resultado plástico instigante. Desde os 9 anos, ao acompanhar as aulas de pintura que a mãe fazia, entrou no universo das tintas. E não parou mais. Acompanhou os primeiros passos na técnica e, ainda adolescente, começou a dar aula com tinta a óleo.
Após passar por vários momentos, linguagens e estilos, encontra, nas suas visões urbanas, um assunto que pode desenvolver dentro de uma técnica balizada pelo conhecimento dos cânones do academicismo, como conceitos de luz e sombra e diálogo entre as cores, com a pesquisa autodidata desde o primeiro contato com a pintura.
As visões urbanas de Maramgoní estão caracterizadas por um fazer técnico que leva em conta princípios de arquitetura, como perspectiva e continuidade das linhas, mas, progressivamente, existe um processo de desconstrução daquilo considerado bem feito.
Nas telas trabalhadas em cinza, ocorre a visualização de uma cidade, mas esse referencial é, pouco a pouco, destruído, não de maneira aleatória, mas pela introdução, por exemplo, de mais de uma perspectiva em cada quadro ou pelo uso de massas de cor que quebram expectativas renascentistas de ou ainda por respingos à Pollock que, muito mais que marcas eventuais ou incertas, tendem a surgir a partir das próprias estruturas arquitetônicas evocadas.
A cidade, geralmente São Paulo, nesse processo de construção e desconstrução de imagens, pouco a pouco, perde seu referencial mais direto e se torna um local impessoal e universal. O que começa a ser ressaltado é a pincelada em si mesma e a técnica. Gradualmente, a preocupação deixa de ser o que se pinta para ser como se pinta.
Esse é o grande passo de um criador. No momento em que se debruça sobre o metiê, sobre a melhor maneira de resolver os problemas que a feitura coloca, o artista começa a mergulhar mais e melhor nas formas que encontra de desenvolver um assunto e uma técnica.
O universo urbano, pontuado pela entrada gradual de áreas abstratas que, muito menos que esconder a referencialidade exterior, a valorizam no sentido de promover um rico diálogo entre o manifesto e o sugerido, torna-se então a metáfora da velocidade pela qual o pintor paulistano parece aprimorar o seu trabalho.
Maramgoní oferece sua visão de arte por meio de uma obra que toma o universo citadino como ponto de partida. Cada nova imagem é um processo de consolidação de sua pintura no mundo e sua afirmação para estabelecer sua própria linguagem, lírica nos seus melhores momentos, abstrata, no sentido de colocar questões,  e urbana por ter nos edifícios e na cidade o assunto que estimula a sua matriz criadora.            
Oscar D’Ambrosio, jornalista e mestre em Artes Visuais pelo Instituto de Artes da Unesp, integra a Associação Internacional de Críticos de Arte (AICA- Seção Brasil).
Histórico
Exposições Coletivas
Casa de Arte Brasileira - Campinas - SP (1988);
XII Salão de Artes Plásticas de Franca - Franca - SP (1988);
1° Salão de Artes Plásticas de Santo Amaro - Pinturas e Esculturas - SP (1989);
Salão de Artes de Itatiba - SP (1989);
Hotel Itatiaia - Passo Fundo - RS (1989);
XIV Salão de Artes Plásticas de Franca - Franca - SP (1990);
Festival de Invemo Termas de Epitácio - Presidente Epitácio - SP (1990);
Artes Valdir Ferreira - SP - SP (1990);
III Salão de Artes promovido pelo São Paulo Futebol Clube - SP (1990);
Galeria da Associação de Médicos de Santos - Santos - SP (1991);
VI I Semana de Arte "Tarsila do Amaral" - Capivari - SP (1991);
Galeria Salão das Artes - Presidente Prudente - SP (1991);
Mauro Zucherman - SP - SP (1991);
Galeria de Artes Jacques Ardies - SP - SP (1992);
Salão Artista do Ano A. P. B. A. (1992);
9° Salão de Abril- Franca - SP (1992);
40° Salão de Belas Artes - Piracicaba - SP (1992);
Sociedade Brasileira de Artes Visuais - Projeto Brasil- SP -SP (1993);
III Salão de Artes Mariana - Mariana - MG (1993);
Sociedade Brasileira de Artes Visuais - Projeto Brasil - SP - SP( 1994);
II Mostra de Arte Regional de Presidente Epitácio - Presidente Epitácio ¬SP (1994);
9° Salão de Artes de Arceburgo - MG (1994);
Sérgio Longo Galeria de Arte - São Paulo - SP (1995);
Festival de Inveno de Presidente Venceslau - SP (1995);
Sérgio Longo Galeria de Arte - São Paulo - SP (1996);
"Cores do Brasil" - Oswaldo Cruz - SP (1996);
Sérgio Longo Galeria de Arte - SP - SP (1997);
Anna Galeria de Arte - Campinas - SP (1997);
Exposição Itinerante "Palácio da Cultura" - Presidente Prudente - SP (1997);
II Mostra de Arte de Presidente Prudente - Presidente Prudente -SP (1998);
Exposição Mapa Cultural Paulista - São Paulo - SP (1998);
Clube Militar - Brasilia -DF (1999);
Exposição Mapa Cultural - Secretária da Cultura - São Paulo - SP (2001);
"Fenapesca" P. Figueiral- Presidente Epitácio - SP (2001);
Lobby do Hotel Hilton - São Paulo- SP (2002);
Associação dos Médicos de Santos - Santos - SP (2003);
Banco de Arte - São Paulo - SP (2005);
Galeria 22 - São Paulo - SP (2005);
Milu Molfi - São Paulo - SP (2005);
Bel Galeria de Arte - São Paulo - SP (2005);
IV Salão de Artes Plásticas "Alfredo Mucci" - Extrema - MG (2005);
III Mostra Darcy Penteado de Arte - Museu do Café - Santos - SP (2005);
Portal Galeria de Arte - São Paulo - SP(2006);
Casa Cor 2007- São Paulo - SP (2007);
Área Artis – São Paulo - SP (2007);
Espaço Arte Mizrahi - São Paulo SP (2007);
Época Galeria de Artes - Goiânia – GO (2007);
New York Gallery  - São Paulo – SP (2007);
Brazil Gallery – São Paulo – SP (2007);
Bel Galeria de Arte – São Paulo SP(2007);
Marcelo Neves Galeria de Arte – São Paulo – SP (2008);
James Lisboa Escritório de Arte – São Paulo – SP(2008);
Flavio Miranda Galeria de Arte – São Paulo SP(2008);
Eliza Zattera – Caxias do Sul – RS (2008);
Casa do Brasil – Madrid – Espanã (2008).
Exposições Individuais
1° Exposição Individual Esporte Clube Banespa - São Paulo - SP (1989);
Espaço Cultural Banco do Brasil- São Paulo - SP (1991);
Roca Galeria de Artes - Marinha Grande - Portugal (1991);
Galeria de Artes Brazil- Lisboa - Portugal (1993);
Circolo Sardo Oggi in Brasile - Bolonha - ItaIia (2000);
II Expo Metal Head - Sao Paulo - SP ( 2003);
7° Convenção Internacional Tattoo - São Paulo - SP (2003);
Galeria Ferre - Buenos Aires - Argentina (2003);
Espaço Cultural Ícone - São Paulo - SP (2005);
Espaço Cultural Palladio - São Paulo - SP (2005);
Café Decor - São Paulo - SP (2005).
Espaço Cultural Imperatriz 23 - São Paulo - SP (2006);
Centro Cultural Africano - São Paulo - SP (2006);
Nove Eventos  Alphaville – Barueri - SP (2008);
Casa Cor  - São Paulo –SP (2008);
Z&Z Galeria de Arte – Balneário Camboriú – SC (2008);
Mestiço – São Paulo SP (2008)
Premiações
Medalha de Ouro - VII Semana de Arte "Tarsila do Amaral" - Capivari ¬SP (1991);
Mensão Honrosa - 40°Salão de Belas Artes - Piracicaba - SP (1991);
Medalha de Prata - Sociedade Brasileira de Artes Visuais- Projeto Brasil - ¬São Paulo - SP (1993);
Medalha de Ouro - III Salão de Artes Mariana - Mariana - MG (1993);
Medalha de Ouro - Sociedade Brasileira de Artes Visuais - Projeto Brasil - São Paulo - SP (1994);
Medalha de Ouro - Festival de Inveno de Presidente Venceslau - ¬Presidente Venceslau - SP (1995);
Medalha de Prata - II Mostra de Arte de Presidente Prudente - SP (1998);
Mensão Honrosa - IV Salão de Artes Plásticas "Alfredo Mucci" - Extrema - MG (2005).
Catálogo
Catálogo de Artes Plásticas do Brasil- Júlio Louzada (1997);
Obras que fizeram parte de cenário de novela
(Eramos Seis - SBT).
|
|
|
Evinizden çıkmadan online olarak fatura öde işlemlerinizi tamamlamak için sitemiz trfaturaodeme.com ziyaret edebilirsiniz. Aynı zamanda fatura ödeme işlemlerinizide aynı şekilde halledebilirsiniz.Bunların dışında kredi kartı borcu sorgulama işlemlerinizide sitemiz üzerinden online olarak gerçekleştirebilirsiniz. © 2007 PIOLA. All rights reserved. PIOLA name, logos, and related marks are trademarks of PIOLA S.N.C.